o Elmo de Gardaag

Histórico

Gardaag foi um senhor da guerra entre os bárbaros das Terras Marginais. Conseguiu conter os avanços dos humanóides das montanhas ao norte, das Cavernas da Escuridão, e atacava as caravanas que faziam comércio com os Reinos Orientais. O comércio marítimo era dificultado pelos piratas dos Reinos Insulares e mesmo por piratas dos Reinos Orientais. Vencer os bárbaros era primordial para os Reinos Ocidentais.

Volstagrad era o reino consolidado no próspero vale a oeste das terras de Belars. Belars era uma terra de cidades e vilarejos independentes, resquícios do império que ali tinha se estabelecido e caído em desgraça, império que havia deixado heróis como Sir Valérius (ou assim contavam os velhos e os bardos). O rei Isaris Kestantides de Volstagrad organizou um exército que teve como base o Forte nas Terras Marginais e lançou campanha contra os bárbaros.

Gardaag foi derrotado pelo homem que hoje é o condestável do Forte. Este homem, honrado, permitiu aos bárbaros sobreviventes que enterrassem seu líder e com ele levaram seu elmo. Dizem que o elmo de Gardaag, com sua sinistra aparência de asas de morcego, foi-lhe concedido por forças ocultas. Alguns mais corajosos, ou tolos, citam que o elmo era obra dos Deuses Antigos.

Não se sabe o atual paradeiro do elmo de Gardaag. Dizem que sua última aparição foi no levante de Lariana, capital de Volstagrad, mas sem provas não se pode confirmar nada.

o Elmo de Gardaag

Old Dragon - Galerinha bruno_baere bruno_baere