Old Dragon - Galerinha

As Cavernas da Escuridão - Parte 4

Onde a palavra de Vahlar é propagada

De volta às Cavernas, os Filhos de Kelvin se separam, indo investigar a caverna onde Vanael identificou as pegadas de kobolds, enquanto a Guilda investigaria vale a dentro.

Pois logo a Guilda se arrependeria dessa tentativa. Encontraram-se com uma patrulha de orcs, portando pesados machados. A luta que se seguiu foi sangrenta ao ponto de Baden Urquell quase ir aos Portões de Omnos, o que faria com que Latiffa Laqüiin caísse também, devido sua ligação mística pelas cinzas do lich Konec Dusi.

Com os orcs derrotados, impedidos de voltarem para procurar reforços por certeiro ataque no último corredor que voltava às cavernas, Latiffa reergueu o guerreiro com a cura de Vahlar. Decididos a avançar somente com os Filhos de Kelvin, foram ao seu encontro nas cavernas dos kobolds.

Por Vahlar

O lar dos kobolds estava totalmente revirado. Várias armadilhas foram disparadas, fazendo com que Bastian e Yusuke Suzuki duvidassem das capacidades ladinas de Krago das Montanhas, o anão ladrão dos Filhos de Kelvin.

Em uma sala trancada, estavam aquartelados um grande número de kobolds, provavelmente presos pelos Filhos de Kelvin. Deixaram o local, seguindo o som de luta. Quando chegaram no local, o rei kobold já estava morto e os Filhos de Kelvin recolhiam seus espólios.

Yusuke, Bastian e Q’Dor decidiram dar uma vasculhada melhor no quarto do rei dos kobolds e acabaram encontrando o tesouro escondido que os Filhos de Kelvin haviam deixado passar.

Enquanto o trio lidava com as trancas e armadilhas das arcas do tesouro escondido, Baden, Latiffa, Muriel e Vanael, junto com Krago, Kracky, Mezlo e Norrin negociavam com os kobolds sobreviventes, isso quando Nilbog Comegatos não atrapalhava com suas atitudes psicopatas.

Baden e Latiffa conseguiram o que parecia se impossível: convenceram os kobolds, liderados por Collie, a deixarem de seguir o deus polvo que o carismático homem que os convenceu a se reunir no vale das Cavernas da Escuridão prometera como verdadeiro deus e a seguirem Vahlar. Eram estes também os kobolds da tribo que Shih Tzuh havia abandonado com sua família, tendo se estabelecido nos corredores da Tumba de Nesta.

Mas uma má interpretação dos preceitos de Vahlar acabou por fazer com que os kobolds resolvessem atacar seus novos amigos. Por pouco conseguem trancar novamente a porta, não sem antes acabarem por ferir alguns dos kobolds.

Decididos a abandonar o lugar e ficar o mais longe possível daqueles loucos seres que mais pareciam uma mescla de lagartos e cachorros, a Guilda da Curtição e os Filhos de Kelvin abandonam a caverna. Porém, Mezlo e Vanael decidem retornar e vasculhar a parte das cavernas que ainda não tinham sido exploradas, tudo por causa de uma única bota élfica que encontraram no tesouro dos kobolds. Se havia uma peça ali, deveria haver a outra, e provavelmente o corpo de um elfo.

Porém, foram surpreendidos por zumbis humanos trancados pelos kobolds em uma sala e encurralados entre os mortos-vivos e um fosso com estacas. Mezlo usou sua magia de levitação para agarrar Vanael e levá-lo sobre o fosso, enquanto o elfo arqueiro terminava com a não-vida dos mortos-vivos.

Retornando de mãos abanando, sem nada de valor encontrado, foram caçoados por ambos os grupos.

Comments

bruno_baere bruno_baere

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.